Band Saracens atropela e está nas semifinais da Taça Tupi / Sarries trash Rio Branco and qualifies for the Taca Tupi semis

O Band Saracens entrou em campo contra o Rio Branco disposto a por um ponto final na discussão do famoso Clássico das Ideias, apelido do duelo que vem da década de 90. Entre pontos altos e baixos de cada lado desde então, a palavra final foi do Band nesse fim de semana, que venceu de forma contundente, um 78 a 0 que não deixou dúvidas sobre a superioridade bandeirantina ao longo dos 80 minutos e garantiu a equipe na fase final da Taça Tupi.

Com um elenco mais nivelado, o treinador Guilherme Marques começou a partida com boa parte do pack reserva em campo, que não deixou por menos e foi predominante ao longo da primeira etapa, anotando todos os tries nos minutos iniciais. As equipes começaram se testando no início, mas o domínio do Sarries logo se fez evidente e se materializou no try de Paganini abrindo a contagem do dia, aos 15 minutos. Dois minutos depois, foi a vez de Devon ampliar, colocando um ritmo que os Pelicanos simplesmente não conseguiam acompanhar, deixando muitos espaços para os visitantes avançarem.

Com a cabeça mais fria em relação ao jogo de ida, o Band soube manter a calma para aproveitar todas suas oportunidades, transformando cada posse de bola em uma nova chance de try, que veio novamente com Paganini e Zinho, finalizando o primeiro tempo em 24 a 0.

O forte calor pegou as duas equipes, mas com um banco recheado de boas opções, Marques não hesitou em realizar as trocas e manteve o time com fome de try, diante de um rival visivelmente desgastado e que não ofereceu reação alguma, chegando sequer a passar do meio de campo. Com isso, o Band aproveitou e ampliou logo na abertura da etapa final com Erick, seguido de Bruno Gil, que passou da terceira para a primeira linha e fez mais uma grande exibição.

As mudanças deixaram o time ainda mais ofensivo e os tries saíram em sequência, explorando sempre as pontas, por onde saíram tries de Erick e Pablo, ou ainda pelo centro, aproveitando os sidesteps sempre fulminantes de Laurent, que deixou dois e ainda serviu Leandro Caetano em outra oportunidade, facilitando as conversões de Erick Iglesias, sempre seguro nos chutes e com mais 28 pontos na tabela de artilheiros.

No final, 78 a 0 e a certeza de que o time está se fortalecendo a cada rodada, e deve mostrar o seu melhor na fase final.

 

Band Saracens: 1 Gudemberg Cerqueira, 2 Eduardo Alves, 3 Luís Fernando, 4 Yuri Horalek, 5 Leo Monteiro, 6 Bruno Gil, 7 Devon Muller, 8 Gabriel Paganini, 9 Luiz Eduardo, 10 Erick Iglesias, 11 Diogo Raucci, 12 Leandro Caetano, 13 Laurent Borda-Couhet, 14 Daniel di Gianni, 15 Pablo Hernandez

Suplentes: 16 Jonatas Paulo, 17 Gabriel Saraiva, 18 João Carozi, 19 João Simonetti, 20 Michel Vicente, 21 Will Broderick, 22 Lorenzo Pellegrino, 23 Alexandre dos Santos

 

Placar final: Bandeirantes Saracens (24) 78 X 00 (00) Rio Branco

Tries: Paganini (3), Devon, Zinho, Erick (2), Bruno, Leandro, Pablo, Laurent (2)

Conversões: Erick (9)

 

The clash between Bandeirantes Saracens and Rio Branco is known as the “Ideas Derby” since the 90’s due to the different game plans proposed by the teams who used to lead the calls to the Brazilian national team back then. At least for now, the discussion is settled, as the Sarries made no mistake to which team was superior on the field, with an astonishing 78-0 victory on their turf.

Coach Guilherme Marques had a very good set of players to work from the start, and saved his key players for the second half, after a very hot first half that made both sides very tired, but didn’t stop Band from scoring after 15 minutes, with Gabriel Paganini. Devon added another try to the scoreboard a few minutes later, giving a sense to what was coming next. It didn’t take long for the Pelicans to show their weak spots on the defense, and Paganini and Eduardo scored a couple of tries to end the first half with four tries from the Sarries’ forwards.

On the second half, the distance betwen both sides just grew larger, as Rio Branco couldn’t go through their opponent’s defense line and failed to hold posession, allowing Band to quickly score with Erick and Bruno early on. Marques changed the front row and back three, and the Sarries maintained a very strong offensive game, creating spaces on both wings where Pablo and Erick added one try each, but also on the center, since Rio Branco was struggling to regroup their defensive line after a couple of phases, leaving plenty of space for Laurent and Paganini, who scored a hat-trick on the last minute to clinch an easy and solid win for Bandeirantes Saracens, who qualified for the championship semifinals.