Band Saracens vence Pasteur e entra no G4 / Sarries beat Pasteur and get closer to the knockout stages

O frio que tomou conta do Clube de Campo do Palmeiras nesse sábado tornou o dia ainda mais propício para um grande jogo de Rugby, e em campo, Band Saracens e Pasteur esquentaram o dia e mostraram o mesmo equilíbrio que era visto na tabela de classificação até aqui. No final, um merecido triunfo para os Sarries, que chegam pela primeira vez à zona de classificação.

Os Galos mostraram que vieram dispostos a estragar a festa dos donos da casa, abrindo o placar no primeiro minuto, com Douglas, mas o Saracens se lançou ao ataque e manteve domínio das ações até encontrar o empate já na metade do primeiro tempo, com Devon, dando sequência ao bom jogo de fases e rápida abertura de Eric, pegando a defesa adversária aberta, deixando o sul-africano livre para apoiar. O jogo estava extremamente nivelado e rápido, com muitas jogadas envolventes e que sinalizam que o placar poderia ser movimentado em breve. E de fato, após novo try do Pasteur, o Sarries atacou em dose dupla com o veterano pilar Marton Andrade já nos minutos finais, em rápido avanço no pick and go colocando o time da casa em vantagem no intervalo.

Vantagem que não seria revertida até o apito final. O segundo tempo mostrou um Band Saracens ainda mais confiante em seu plano de jogo e com uma defesa sólida que neutralizou os principais ataques do adversário. Mesmo com desfalques importantes entre seus avançados, a equipe mostrou muita segurança quando em posse de bola nas formações fixas e móveis, e praticamente selou a vitória com mais dois tries, com menos de cinco minutos para o final. Mesmo assim, a entrega do Pasteur foi digna de respeito, buscando o resultado até o final e chegando até a encostar no marcador, valorizando ainda mais a vitória bandeirantina, que coloca o clube na quarta colocação geral.

Na próxima rodada, o Band Saracens recebe o lanterna Rio Branco e pode ficar muito perto da classificação para a próxima fase.

Placar final: Band Saracens 31 X 26 Pasteur
Band Saracens: 1 Gabriel Barba, 2 Bruno Gil, 3 Marton, 4 Yuri, 5 Leo, 6 Devon, 7 Gabriel Lobo, 8 João Carozi, 9 Will, 10 Eric, 11 Beto, 12 Leandro, 13 Laurent, 14 JP, 15 Pablo

Reservas: 16 Frank, 17 Gudemberg, 18 Irlanda, 19 Montanha, 20 Michel, 21 Lorenzo, 22 Marinho, 23 Fábio

Tries: Devon, Marton (2), Penal Try, Will
Conversões: Eric (2)
Cartão Amarelo: Leandro

The Saracens and Pasteur played a hot match in the middle of a freezing afternoon in Sao Paulo City, in the 4th round of Paulista A Championship. Both teams have been having very similar performances throughout the year, and that is exactly how the match developed, but Band took advantage of their opportunities and came on top, clinching a crucial win that takes the team up to the fourth position in the standings.

Pasteur drew first blood, scoring a try in the first minute, but the Sarries kept cool and sticked to their game plan, and tied the match with Devon, after a fast break in the opponent’s defenses. The visitors found another crack in the backline and scored their second try of the day, but by the end of the first half, veteran loosehead prop Marton came for the rescue with two tries that pushed the opposition back into their ingoal, showing both power and speed.

The advantage would only grow larger in the second half, after fixing the errors in the first half, Sarries defense proved once again to hard to breakthrough, and paved the ground to another two tries for the Sarries, with less than five minutes remaining on the clock. Pasteur never gave up and even got to narrow the score with two late tries, but not enough to take the victory home.

Next week, Band Saracens face Rio Branco at home once again, and might get closer to a spot in the final four.